Home Sexshop Ousadias

Estado do Tempo C

Pouco Nublado

02 Mar - 23:00

Tempo

Mapa

Jornal

Farmácias

Empresas

Onde Comer

Noite

Classificados

Contactos

Pesquisar

Porto XXI
Takitudo

Menu

Anedotas

Entretenimento Humor

Anedotas Sexo (343)

 

Anedota nº 1037

Era um homem tão magrinho, tão magrinho, que cada vez que tinha uma erecção, caia para a frente.

15 votos

 

Anedota nº 1036

Querida mãe, a lua de mel é mesmo uma coisa fantástica, fabulosa.
O meu marido anda tão apaixonado que aproveita qualquer oportunidade para fazer amor.
Não tenho paz, no quarto, na sala, ou na cozinha. mas estou a divertir-me muito.
Beijos a todos.
P.S - Desculpe a letra ir tremida.

15 votos

 

Anedota nº 1035

Era um velhinho tão velho, mas tão velho que já não tinha espermatozoides... tinha espermatozauros!

16 votos

 

Anedota nº 1034

Estavam dois homens numa sala de espera de um médico. O primeiro homem pergunta ao outro:
Qual é o teu problema ?
E o outro responde dizendo que tem um risco azul a volta do caralho. O primeiro comenta:
Isso tem graça, eu também tenho um risco mas é vermelho.
Entretanto o medico chama o primeiro homem, passados 2 minutos ele sai todo contente e diz:
Não te preocupes isso não é nada.
E sai. O segundo homem entra e o médico manda-o baixar as calças e, após uma longa observação, o médico diz:
Tenho muita pena mas vou ter de lho amputar.
Logo o homem pergunta:
Mas o outro gajo disse que não havia nada de especial.
Sim - diz o médico - mas existe uma grande diferença entre batom e gangrena.

15 votos

 

Anedota nº 1033

Pomba é o passarinho da paz. A mulher é a paz do passarinho. O homem busca paz para o passarinho. O solteiro não deixa o passarinho em paz. A solteira conhece o passarinho mas não a paz. A divorciada perdeu a paz e o passarinho. A viuva perdeu o passarinho e não vive em paz. O viúvo perdeu a paz do passarinho. A casada tem o passarinho e a paz. O casado tem paz para o passarinho. O velho tem o passarinho em paz. A velha deveria estar em paz mas sempre pensa no passarinho. O gay quer paz na frente e o passarinho

16 votos

 

Anedota nº 1032

Querida vamos para a cama que eu aprendi a fazer amor à merceeiro.
Depois do acto:
Querido, não notei diferença nenhuma.
Então não viste o lápis atrás da orelha?

16 votos

 

Anedota nº 1031

Estava num comboio, numa viagem tranquila, quando ouve uma rapariga a vomitar. A rapariga estava pálida, estava a passar mal. Ela saiu da casa-de-banho acompanhada da mãe e sentaram-se. O homem ficou preocupado e resolveu ir até lá, para ajudar e saber o que aconteceu à rapariga. Ao tentar adivinhar a causa do enjoo, perguntou à mãe da rapariga:
Foi comida ?
Foi, mas vai casar.

16 votos

 

Anedota nº 1030

Dois amigos se encontram: Ei, como vão as coisas? Eu vou levando! Puxa... meus pêsames! Ei... por quê? Se eu que estou botando estou achando ruim, imagino você que está levando!

15 votos

 

Anedota nº 1029

Numa cidade pequena, surgiu um corcunda que apanhou todas as garinas, todas falavam só no corcunda, que o corcunda era maravilhoso, que ele era demais, etc. O pessoal da cidade começou a ficar curioso, porque raios a mulherada queria um corcunda que era feio que nem uma porta ? Um dia, num bar, um dos rapazes foi à casa-de-banho e encontrou o corcunda, com a mangueira de fora, tirando água do joelho. O gajo sem querer olhar muito para o coiso do corcunda começou a perguntar:
Ó corcunda, porque é que a mulherada anda sempre atrás de ti se és feio que até dói ?
Feio realmente sou mas o que a mulherada quer é o meu pinguelo.
O gajo dá uma olhada e diz:
Que coisa ! Grande, heim ? Se eu tivesse um desse tamanho passava a vida a chupá-lo!
Porque é que achas que sou corcunda?

15 votos

 

Anedota nº 1028

Um rei promoveu um concurso no seu reino para ver quem conseguia enfiar mais frutas no cu. Vários participantes apresentaram-se ao rei: O primeiro começou com um cacho de uvas. Enfiou uma, duas, três uvinhas e não aguentou. O segundo veio com ameixas. Enfiou uma, duas, três, cinco e não aguentou mais. O terceiro começou a enfiar maracujás. Um, dois, três, cinco, sete não aguentou e saiu. O quarto veio com duas caixas de pêras. Enfiou uma, duas, três, a caixa toda, já estava na metade da segunda e ria desalmadamente. O rei, intrigado, perguntou:
Ó infeliz?! Estás a enfiar não sei quantas peras no cu e continuas a rir ?
É porque no final da fila há um gajo com um camião cheio de melancias!

16 votos

 

 

Categorias:

Pesquisar

Colabora com o SuperDivertido enviando-nos anedotas para o email sd@portoxxi.com

 

[Adicionar aos Favoritos]    []    [Webmasters- Coloque no seu site]    [Recomende a um amigo]

[CHAT]    [Livro de Visitas]    [Crianças Desaparecidas]    [WebDesign]

Copyright © 1999 PORTOXXI.com - Todos os direitos reservados