xxx134 Porto XXI - Cultura
Home

Sexshop Ousadias

Estado do Tempo C

Pouco Nublado

02 Mar - 23:00

Tempo

Mapa

Jornal

Farmácias

Empresas

Onde Comer

Noite

Classificados

Contactos

Pesquisar

Porto XXI
Takitudo

Ficha de Rua

Praça da Liberdade

Rua

A Praça da Liberdade conheceu, ao longo da sua existência várias designações toponímicas, ao sabor dos acontecimentos que foi testemunhando, foi aberta no século, XVIII, no então chamado Campo das Hortas( antes de 1711), Casal de Novais (no século XV), Largo da Natividade (depois de 1682, devido à fonte lá construída nesse ano), Praça Nova das Hortas (depois de 1711), Praça da Constituição (l820), Praça Nova (de novo, em 1823), Praça de D. Pedro IV (l833), Praça da República (l3 de Outubro de 1910) e Praça da Liberdade (desde 27 de Outubro de 1910), um terreno já fora da Muralha Fernandina e que, nesse tempo, pertencia quase todo ao Cabido e à Igreja.

A sua construção deveu-se ao progressivo crescimento da cidade e foi o próprio bispo D. Tomás de Almeida (l709-1717), quem mandou abrir na muralha o Postigo de Santo Elói para maior comodidade da população, dotando o então Campo das Hortas com um soberbo átrio.
Nela se registaram os principais factos históricos da cidade desde o século XIX.

Foi lugar de encontro de políticos, escritores e artistas e transformou-se no verdadeiro coração social e político do Porto.
Entre os seus marcos ficarão para sempre a morte por forca dos liberais, em 1829, (depois reabilitados como «mártires da liberdade») e nela foi também proclamada a República, pela primeira vez no País, em 31 de Janeiro de 1891.
Em 1866, é oficialmente inaugurado o monumento ao rei liberal, uma homenagem da Cidade a D. Pedro IV.

Em 1916, quando a Câmara decidiu rasgar a moderna Avenida dos Aliados e construir, no fecho do topo norte, o majestoso edifício camarário, desapareceram muitos dos velhos edifícios que circundavam a então Praça de D. Pedro IV (entre os quais os emblemáticos cafés Suísso e Guichard, locais «obrigatórios» de encontro de políticos e homens de letras), substituídos pelas modernas construções que agora ladeiam a praça.

Desapareceu também a Fonte da Arca ou da Natividade, uma grandiosa e vistosa fonte seiscentista e os respectivos tanques, que ocupavam o lado ocidental da praça, à entrada da Rua dos Clérigos.

O único dos edifícios dos século XIX é o Palácio das Cardosas, ainda existente no local.

TRANSPORTES

Autocarros

Clique >> Mapa da Linha

3

Pr da liberdade

Viso

20

Pr. da Liberdade

Pr.da Liberdade

35

Campanhã

Gomes da Costa

52

Pr da Liberdade

Aldoar

 

 

Opções

Sugerir a um amigo

Imprimir Ficha
 Localizar no:

Mapa de Bolso

Mapa Interactivo

Clique na imagem para ampliar

  Estátua D. Pedro IV

  Live Cam na Praça da Liberdade

 

[Adicionar aos Favoritos]    []    [Webmasters- Coloque no seu site]    [Recomende a um amigo]

[CHAT]    [Livro de Visitas]    [Crianças Desaparecidas]    [WebDesign]

Copyright © 1999 PORTOXXI.com - Todos os direitos reservados