Home Sexshop Ousadias

Estado do Tempo C

Pouco Nublado

02 Mar - 23:00

Tempo

Mapa

Jornal

Farmácias

Empresas

Onde Comer

Noite

Classificados

Contactos

Pesquisar

Porto XXI
Takitudo

Gastronomia

Receitas de Carne

Página Principal Página Anterior

Tripas à Moda do Porto

Grande Porto

A Cidade do Porto desempenhou um papel de grande relevo na época dos Descobrimentos. Muitas são as passagens descritas que demonstram a bondade, união e determinação deste povo ribeirinho, e é de uma dessas demonstrações que surge o cognome de Tripeiros.

Segundo reza a história o nome de Tripeiros provem de 1415, altura em que o povo ofereceu toda a carne que possuía para alimentar os expedicionários que partiram para a conquista de Ceuta, sob comando do Infante Dom Henrique.

Uma vez feita a oferenda os que ficaram em terra, apenas tiveram as tripas para alimento, criaram-se assim as "tripas à moda do Porto", apreciadas e conhecidas em toda a parte mas que conseguiram preservar a tradição e um pouco de história de uma nação.

Ingredientes:
 600g de tripa ou dobrada
 1/2 mãozinha de vitela (ou de boi)
 100g de presunto
 1/2 perna de frango
 100g de orelha de porco
 100g de toucinho entremeado
 80g de chouriço de carne
 80g de salpicão
 80g de chouriço de sangue
 4 dl de feijão branco
 1 cenoura
 1/2 dl de azeite
 1 dente de alho
 1 cebola
 1 raminho de cheiros
 1 dl de vinho branco
 2 colheres de polpa de tomate
 sal e pimenta
 cominhos
 salsa picada,
 piri-piri qb
 300g de arroz
 
Confecção:
De véspera ponha o feijão de molho, limpe e lave muito bem a dobrada e mãozinhas, escalde e coza, temperando com pedacinhos de cenoura, uma cebola pequena com dois cravinhos espetados e alguns grãos de pimenta.
 
Normalmente a mãozinha coze primeiro que a dobrada, retirando-se logo que esteja cozida. No próprio dia põe-se o feijão branco a cozer com a cenoura cortada em pedacinhos. Coze-se também o frango, a orelha de porco, o presunto e os enchidos (excepto o chouriço de carne), retirando para fora os elementos que forem ficando cozidos.
 
Escolha e corte também em pedacinhos a dobrada e as mãozinhas. Faça um refogado com azeite, o alho, e a cebola picados e o raminho de cheiros.
Quando começar a alourar junte o vinho branco, a polpa de tomate, o chouriço de carne e o toucinho e um pouco de caldo onde cozeu a dobrada (ou caldo de cozer as carnes) passado por passador. Ferve lentamente cerca de 45 minutos. Junte a dobrada e as mãos, retire o chouriço de carne e o toucinho magro, deixe apurar cerca de 15 minutos acrescentando caldo se for preciso.
 
Junte o feijão adicionando mais um pouco de caldo ou água do feijão,  se for necessário. Deixe ferver mais 10 ou 15 minutos,  rectifique de sal, pimenta e piri-piri (facultativo), misture uma pitada de cominhos, mexendo com cuidado. 
 
Sirva em travessa ou outro recipiente, espalhando por cima a orelha cortada em tirinhas finas, o presunto e o frango desfiados, rodelas de salpicão e fatias de toucinho. Polvilhe com salsa picada.
 
À parte sirva o arroz de manteiga seco, feito no forno coberto com rodelas de chouriço de sangue e de carne.

 

Opções

Aumentar Letra

Reduzir Letra

Letra Inicial

Sugerir a um amigo

Imprimir Receita

Enviar receita

Se conhecer alguma receita típica desta região que não esteja na nossa lista agradecemos o seu contacto

Cabrito ou Anho Assado

Carne

Caldo Verde

Sopa

Francesinha à Moda do Porto

Carne

Pudim de Pão

Sobremesa

Sardinhas Assadas

Peixe

[Adicionar aos Favoritos]    []    [Webmasters- Coloque no seu site]    [Recomende a um amigo]

[CHAT]    [Livro de Visitas]    [Crianças Desaparecidas]    [WebDesign]

Copyright © 1999 PORTOXXI.com - Todos os direitos reservados